Timing para a bolha imobiliária no Brasil. Depois da Copa?

O comportamento do mercado brasileiro de imóveis sempre foi atípico, inclusive em momentos mais acentuados de razões para subir ou cair. A formação de capital no Brasil também é atípica para economias normais, a nossa não é simétrica, e, assim sendo, existe uma concentração do capital e por conseguinte, das propriedades. Desta forma, o estouro de uma bolha de preços funciona de forma diferente, pois poucas pessoas tem vários imóveis, e, muitas nenhum. Assim, a velocidade da queda depende da necessidade de se tornar o imóvel em caixa, tendo os ricos, mais espaço para esperar no tempo. Por outro lado, se um evento catalizador ocorrer, como uma quebra e confiança por causa de uma quebra de uma grande empresa, ou o fechamento das linhas de crédito para financiamento, podem acelerar o processo de queda de preços. Ainda, mesmo que nós estejamos baseados na nossa moeda para olhar preços absolutos de venda dos imóveis, existe uma comparação com mercados internacionais. Os preços nominais estão ainda elevados, alguns em alta até, mas na negociação oferecem muito desconto; em segundo lugar, tínhamos o Real cotado a 1,5360, não muito tempo atrás, e hoje está acima de R$ 2 para o mesmo dólar americano, um desconto real de quase 30% nos preços. Em terceiro lugar, temos a inflação corroendo o valor da moeda, uma oficial, e a outra real, que é bem maior. Assim sendo, os preços já estão em queda. Não estamos vendo isso porque não há pânico de vendas. Então, algumas pessoas olham o que aconteceu em outros lugares e tentam imprimir a mesma reação aqui, com o evento da copa do mundo. Pode ser que sim, porém acredito que ela já esteja estourando ou murchando agora. A economia está em crise por causa de uma urgência de mudança de modelo econômico, onde as pessoas no mundo todo consomem com dinheiro alheio, através de empréstimos e crédito. Os governos cresceram mais que que a economia real, os gastos e as dívidas saíram do controle e a iniciativa privada recuou em tamanho comparativo. Choque de modelos que está causando uma exaustão no sistema, que gera problemas gigantescos. Desta forma, este temor de uma mudança gigantesca faz com que as pessoas busquem segurança, em ativos reais, e assim, podem dar ainda uma tendência de compra de terra e pedra, o que está segurando os preços ainda. Os juros reais no Brasil e no Exterior estão negativos, a inadimplência alta, o comprometimento de renda alto, assim, o consumo é reduzido, que gera possíveis cortes de postos de trabalho com remuneração mais alta. As pessoas não sabem onde investir agora, não há margem de juros reais em quase nenehum instrumento. A bolsa patina, sobe menos que a inflação. Está havendo uma corrosão do poder de compra em todo lugar. Aqui e no exterior os estoques aumentaram, a produção está sendo reduzida, limitando a distribuição de renda. Esta semana tivemos mais um banco sofrendo intervenção do BACEN, o Banco BVA. Estes bancos estavam vendendo LCI’s que estão limitadas a uma garantia do FGC. Bem, quem aplicou nestes títulos que estão lastreados em hipotecas e escolheram esta instituição ou as outras que já foram por água abaixo, sabem bem, que só receberão até o limite do FGC de R$ 70mil. Enfim, ninguém poderá afiramr como ou quando exatamente a bolha estourará, mas os indícios que isto já está ocorrendo são fortes.

This entry was posted in Mundo estranho and tagged , , . Bookmark the permalink.

8 Responses to Timing para a bolha imobiliária no Brasil. Depois da Copa?

  1. Anonymous says:

    A influência da copa do mundo no timing da bolha imobiliária é a mesma dos 12 signos do Zodíaco, ou seja, nenhuma. Eu sempre desconfiei que a primeira a quebrar seria a GAFISA. Entretanto, depois da ROSSI apresentar relatório de resultados onde o auditor ABSTEVE-SE de assinar estou na dúvida. Também fico imaginando se o papel da CVM é algo que vai além de vaquinha de presépio.

  2. GB says:

    O mercado imobiliário virou uma verdadeira pirâmide com esses especuladores comprando na planta visando vender com lucro antes das chaves. Com a nova “demanda” especulativa as construtoras viram-se obrigadas a lançar cada vez mais imóveis para satisfazer a esse pessoal. Como conseqüência terrenos, material e mão-de-obra ficaram mais escassos e mais caros. Mas esse pessoal não comprou para usufruir, comprou para ter lucro fácil, gerando o Shadow Inventory, um dia a valorização ia parar e eles iriam vender para tentar realizar lucros, inundando o mercado. Hoje, com a fuga (ou tentativa, pois não conseguem quem compre por preços absurdos) dos especuladores, o mercado espera que os Consumidores Finais mantenham o mercado comprando por preços para especuladores e o governo tem tentado ajudar o mercado reduzindo juros e aumentando o prazo para que as “parcelinhas” caibam no bolso por 35 anos, isso é patético.

  3. GB says:

    Mais especificamente sobre a Copa, os corretores dizem que os preços dos imóveis vão se valorizar ainda mais devido às obras em infraestrutura feitas pelo governo para a Copa, mas o que temos visto é que essas obras não passam de promessas, nada disso vai ficar pronto até a Copa, o próprio trem de Brasília já foi retirado do “cornograma”, o máximo que vai acontecer é decretarem feriado no dia dos jogos para que os poucos estrangeiros que vierem para cá possam chegar aos estádios (isso se os estádios ficarem prontos até lá).

  4. Anonymous says:

    … mas muitos compraram imóveis, mesmo nos 2 últimos anos, e estão pagando sem inadimplência e relativamente tranquilos …

    O ponto importante é: Será que vão conseguir pagar até o término do financiamento, ou seja, pelas próximas cerca de TRES DÉCADAS? Basta lembrar que esse prazo é cerca do DOBRO da idade do Real para concluir que essa possibilidade é extremamente otimista. Qualquer pessoa com mais de 40 anos consegue prever como essa história termina.

    • MarcosK says:

      Prestação da casa própria: Em um ano dobrou o numero de inadimplentes com até três meses de atraso (SFH/BC): Jun/11: 97.368; Jan/12: 102.935; Jun/12: 184.402.

      Cartão de Crédito: 31% de inadimplência até 5 salários mínimos de renda e 28% mais que 5 salários mínimos. (Fonte: Estadão)

  5. Marcelo says:

    Em 2006, 2007, o “pessimista” do Peter Schiff já alertava sobre o boom imobiliário, e tb o inchaço artificial nos stock market, enquanto todos os outros economistas falavam o oposto dele e davam risada do “lunático”. E 2008 veio e ficou de vez até agora, estamos em 2012, ou 2008, sei lá, ah tanto faz.

  6. Luiz says:

    Ricardo

    eu concordo com vc a bolha estourou mas não conseguimos ver isso por uma série de fatores que vc falou, além disso os nossos indices são de péssima qualidades, muitos deles manipulados, revisados, controlados, dentro de interesses desde economicos a eleitorais.

    Mas há um terceiro fator: o psicologico do brasileiro – Aqui a festa só acaba quando desligam a musica, estão pouco se lixando para noticias ruins, se vomitaram no tapete, se o dono da festa desmaiou de bebado, precisaria uma tragedia para acordarem desse extase coletivo, o que é pouco provavel, portanto a festa só vai acabar depois da Copa / olimpiadas, enquanto isso a festa vai esvaziando bem devagar, assim como os preços que vc bem descreveu, caindo lentamente.

  7. Fabio Rodrigues says:

    Veja esse exemplo: eu moro na periferia, aqui os imoveis estão valendo preços exorbitantes, eu acho que isso é uma especulação, o governo neoliberal e os bancos estão preparando um golpe supervalorizando os imoveis para a população usar esses imoveis supervalorizados como penhora de outras dividas, mas da noite pro dia, más noticias podem derrubar os preços dos imoveis e as pessoas se veem obrigadas a vende-los a preços de banana ou serem despejadas para pagamento de dividas!

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s