2011, construindo um portfolio de investimentos

Vamos lá! O ano de 2011 promete boas oportunidades de investimentos, não somente no Brasil, mas também em outras partes do mundo. As perspectivas de crescimento são boas, em termos globais, liderados pelos países componentes do BRIC (salvo a Rússia…) ou melhor, o BIC. Nada de novo neste horizonte, porém, teremos novidades positivas no quesito relação dívida/PIB dos países à berlinda na Europa, Irlanda, Espanha, Portugal, Itália e Grécia. As agências de rating tentaram ser mais reais que os reis e exageraram nas doses de pessimismo. A Europa é sólida e terá uma boa perfomance global por terem suas contas macro-econômicas bem balanceadas e um controle rígido na emissão de moeda. Algo que não podemos afirmar sobre os Estados Unidos, que tem uma dívida altíssima, pagando juros baixíssimos (não condizentes com o risco) e contas macro-econômicoas em mal estado (principalmente a balança comercial para lá de negativa e sem previsões de melhoras por não estarem aptos a substituírem os importadaos por produção nacional no curto prazo). Isto abre uma oportunidade para investimentos em Euro e sobretudo, em Reais no Brasil.
Em efeito, teremos uma continuidade desta guerra cambial vista em 2010, com um dólar fraco e todas as outras moedas fortes contra o dólar. Com o dólar fora do jogo, as moedas que pagam o maior juro real irá levar a melhor no que toca a cotação. De novo, o Real brasileiro desponta como campeão devendo se apreciar ainda mais contra outras moedas neste ano novo. Dois eventos podem impedir esta trajetória, o Bacen com presidente novo tentar frear artificialmente a queda do dólar (que não dará certo no médio prazo, pois custa caríssimo) ou a ocorrência de um evento imprevisto no campo geopolítico que catalizaria uma fuga de capitais para outra moeda integralmente conversível.
O ano de 2011 será um ano para um portfolio misto, baseado sobretudo em apostas conscientes em renda variável. As ações deverão superar o retorno apresentado pela renda fixa, ao contrário do ano de 2010. Devemos montar um portfolio setorial, voltado principalmente para o setor de energia (petróleo) e o setor bancário, tanto no Brasil como na Europa. Na Europa, em especial, devemos observar que o setor bancário foi muito penalizado nestes dois últimos anos e os ajustes já foram feitos e temos um upside enorme para 2011. O petróleo sofreu muito e terá um ano de recuperação. Com o dólar mais frágil, também teremos o efeito das cotações nesta moeda levando os preços para cima. No Brasil, juros, câmbio e bolsa serão os campeões.
No próximo post, irei indicar um portfolio para 2011.

Feliz ano novo, 2011 será um ano excelente!

abs

This entry was posted in Mundo estranho and tagged , , , , . Bookmark the permalink.

One Response to 2011, construindo um portfolio de investimentos

  1. Edmundo says:

    Muito bom o artigo. Algo que realmente deve ser feito com todo cuidado é a montagem de seu portfólio de investimentos.
    Se existe algo aprendi nestes anos é que ao planejar seus investimentos tente ter uma visão ampla e desprendida de valores. Imagine onde pretende estar em 1,3, 5 e 10 anos e o que é necessário para atingir estas metas, possíveis correções, (elas virão pode ter certeza), se policie, prepare o coração e principalmente a mente, para não ocorrer em falhas.
    Investimento não é imediatismo, você poderá até ter sorte em trades diários, mas a estratégia de longo prazo é o que te gerará dividendos futuros.
    $uce$$o a todos. Abraços e bons trades, Edmundo Alves Junior

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s