Mundo estranho IV, um ano para preservar capital

Não dá para tapar o sol com a peneira nem esconder estartégias para sempre. O ataque conjunto sobre a economia européia, que é proveniente da mídia, das agências de classificação de risco, dos organismos supra-nacionais e todo o resto, que permeia o noticiário tentando apontar os defeitos da europa e até do Japão, para afastar a atenção dos problemas profundos da América estão apenas retardando os eventos que estão acontecendo. A situação da América é grave, e nada, absolutamente nada mudou, mesmo com aquela crise de proporções astronômicas que eles causaram por ganância desmedida, de técnicas no mínimo duvidosas, de altos bonus para funcionários de bancos, de invenções e “inovações” financeiras tiradas “da cartola” de Houdini, fez com que o dinheiro do povo sumisse, ou melhor, mudasse de bolso… Três anos se passaram e nada foi mudado. E, infelizmente, para todos nós, uma crise de proporções ainda maiores está para acontecer. A blindagem de proteção que podemos fazer é a de gradativamente reduzirmos nossas exposições a ativos de risco, principalmnete aqueles produtos que parecem mesmo obras de mágicos. Não existe mágica em finanças, existe um tomador de recursos de um lado e um doador de recursos de outro. A taxa de juros definirá o tipo de risco tomado. Cuidado, nos próximos meses, devemos observar com clareza os fluxos de capitais e as notícias, para depurá-las e intepretarmos de forma pragmática o rumo a seguir. Investimentos simples e diretos, sem invenções pirotécnicas, estamos num período estranho e devemospreservar nosso capital.

This entry was posted in Mundo estranho and tagged . Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s