E… o dólar cai… IOF nos gastos com cartões ajuda empurrar dólar para baixo…

Hoje é 31 de março, dia da “fotografia oficial” dos balanços de muitas empresas de investimento internacional, fim de ano fiscal no Japão, dono de gigantes investimentos no exterior. As empresas de investimento, instituições financeiras de todos os tipos que tem seu ano fiscal terminando hoje tem o hábito de recolher a linha, reduzir investimentos de risco para mostra o “caixa” gordo em liquidez e deixar os acionistas contentes com o que vem. Chamamos este dia no mercado internacional de “window dressing” (enfeitar a janela) ou “make-up day” (dia da maquiagem…). Muito bem, está no fim. Amanhã, dia da mentira, ou april’s fools day, o ano começa com as realocações de rcursos sendo reavalicdas para serem colocadas em prática. Historicamente, não é um mês bom para siderúrgicas e a China, que ocupa um papel de destaque nas compras também faz reajustes nesta época. A bolsa deverá marchar lentamente para cima, sem grandes guinadas. O dólar americano, que vem demonstrando fragilidade crescente está cada dia mais exposto e mais fraco. Toda a estratégia de diversion utilizada, apontando para o “rabo” dos outros para manter a atenção longe dos problemas estrutrurais e macro-econômicos está desgastada. Tudo mundo e mais a torcida do Manchester united já sabe qual é o jogo… Muito bem, o dólar cai e vai continuar a cair ainda porque os americanos estão com taxas de juros muito baixas e sem condições de correção no curto prazo do déficit comercial enorme que realizam mês a mês, não tem como substituir importados por produtos nacionais. No Brasil, tivemos a cotação mais baixa do dólar desde 2008 e o gás da manutenção da política do Bacen de sustentar o dólar está cada vez mais cara e chegando ao seu limite. A medida de aumentar o IOF em gastos de cartões de crédito no exterior foi um tiro no pé, andou contra a estratégia do banco central pois se gastamos menos, compramos menos dólares. Cada vez que gastamos no cartão em dólares, o administrador do cartão e os bancos, terão que comprar dólares no mercado aberto ppara eftuar o pagamento para os fornecedores no exterior… Basicamente, não foi minimamente inteligente essa idéia que irá auxiliar a empurrar o dólar para baixo de 1,65, rumo ao 1,60.

This entry was posted in Mundo estranho and tagged , , . Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s