Inflação e Bolha… Se o Real não se desvaloriza contra o dólar, os brasileiros já o desvalorizaram…

Diante da alta de preços perene em todos os segmentos da economia, a vida no Brasil está mais cara do que qualquer lugar do mundo. E isso é um problema? Sim, o rendimento médio e a distribuição da renda das pessoas no Brasil é muito inferior ao de países europeus e da américa do norte. Isso representa uma discrepância econômica pelo conceito de Paridade do Poder de Compra e não pode durar muito tempo. Além disso, os impostos pagos em tão alto nível nos conduzem para uma insustentabilidade econômica. O paradoxo existente é que o Real se valorizou contra outras moedas e se desvalorizou internamente (inflação e bolha especulativa) onde as pessoas perdem a noção de valor do dinheiro. O que vai acontecer? Diante da iminente crise econômica mundial, que apresentará um reprise mais grave do que a de 2008 (porque todas as causas daquela crise foram maquiadas e não resolvidas), nós teremos um ajuste de cotações. É hora de fazer hedge cambial, o dólar, ainda que esteja fraco, poderá ser o ajuste de preços internos para correção das disparidades de valores entre os produtos no Brasil e no Exterior. Portanto, buscar cobertura quem tem risco em dólar, fazer hedge, porque podemos ver o dólar subir de forma rápida e perigosa para o Brasil, com fuga de capitais. Aí, eu vou querer ver o governo retirar rapidamente os inúmeros IOF’s sobre tudo que vem de fora (como os investidores por exemplo…). Estouro da bolha especulativa.

This entry was posted in Mundo estranho and tagged , , . Bookmark the permalink.

18 Responses to Inflação e Bolha… Se o Real não se desvaloriza contra o dólar, os brasileiros já o desvalorizaram…

  1. Tulio says:

    Ricardo, seria hora de vender as ações em posse, esperando esta iminente queda?

    • tradingcafe says:

      Oi Tulio, eu precisiaria dar uma olhada no teu portfolio de ações para poder dar uma opinião correta, preço de entrada, tipos de ações, dividendos recebidos ou a receber, etc. Vc pode fazer outras alternativas sem vender as ações, com futuro do Ibovespa ou com opções. Se quiser, me manda um e-mail ou me liga para podermso analisar com maior precisão. abs

    • tradingcafe says:

      Oi Simone, os preços estão já caindo realmente, as ainda não nominalmente. As vendas estão em queda e estes tipos de promoções irão se tornar cada vez mais comuns daqui para a frente. As construtoras estão com estoque alto e irão precisar urgente vender mais barato para criar caixa. abs

  2. simone says:

    olha que escreveram pra minha prima eu moro em poa e ela mora em santa catarina em floripa e quer morar aqui no sul…

    Isso foi da empresa Rossi estão dando 20 mil reais de desconto ….. Isso é um preço de um carro ……………..nunca vi , não sei pq resolveram dar 20 mil de desconto

    Bom dia Monica, tudo bem?

    Estamos com 9 unidades no Rossi Caribe com 20.000,00 de descontos, parcelas mensais fixas durante a obra e parcela de adimplência no saldo final.

    Veja duas oopções

    2D = R$219.000,00 (mensais fixas durante as obras de R$501,90)
    3D = R$282.000,00 (mensais fixas durante as obras de R$634,20)

    Se você tiver interesse em saber mais dessa promoção, me contate.

    abraço,

  3. simone says:

    imoveis usados estão levando tempo pra girar, no meu prédio tem um sendo vendido há 6 meses…
    já os imoveis novos vendem em 1 hora de stand (alguns nem armam mais stand), porque será isso? Se a demanda é por moradia, os imoveis novos ou usados deveriam girar mais ou menos juntos

    a explicação é fácil: Pessoal comprando pra vender com ágio, investimento e não compra pra moradia!!!

  4. simone says:

    Juro do cheque especial sobe em abril para 178,1% ao ano
    A taxa de juro do cheque especial saiu de 174,6% em março para 178,1% anuais em abril, com acréscimo de 3,5 pontos percentuais. Em 12 meses, foi registrada ampliação de 16,8 pontos percentuais. As informações foram apresentadas pelo Banco Central (BC).

    . O spread (ganho com a diferença entre o custo de aplicação e o custo de captação) cobrado pelos bancos nessa operação subiu 3 pontos, ficando em 166,6% ao ano. Em 12 meses, foi apurado acréscimo de 13,7 pontos.

  5. simone says:

    Bovespa em alta de 0,19%; dólar é vendido a R$ 1,59
    A Bovespa tem alta moderada nos primeiros negócios desta segunda-feira. As Bolsas americanas não operam hoje devido a um feriado local. Sem sua principal referência externa, o mercado doméstico tende a fazer negócios em ritmo lento. O Ibovespa, principal índice de ações da Bolsa paulista, avança 0,19%, aos 64.416 pontos. Na sexta-feira, a Bovespa fechou em alta de 0,31%.

    . Já o dólar comercial é negociado por R$ 1,598, em um decréscimo de 0,18%. A taxa de risco-país marca 174 pontos, número 0,57% acima da pontuação anterior.

  6. simone says:

    Pagamento mínimo da fatura de cartão aumenta na quarta-feira
    As novas regras para os cartões de crédito começam a valer nesta semana com a meta de reduzir o endividamento. Para isso, o governo vai elevar o percentual de pagamento mínimo na fatura.

    . A partir de quarta-feira, os clientes serão obrigados a pagar pelo menos 15% do total gasto no mês. Em dezembro, a fatia sobe para 20%. Até agora, cada banco tinha sua própria regra.
    A ideia é fazer com que os consumidores acumulem uma dívida menor.

    . Mas é preciso ficar atento. Quem faz o pagamento mínimo está contratando um financiamento. E com uma das maiores taxas de juros do mercado: 10,69% ao mês.

  7. Roberto says:

    O bom de tudo isto é que a Copa vai ser totalmente no RJ , graças a Deus Paulista e mineiros ficaram fora desta , agora quanto a Bolhas na minha opinião a pior delas é a do mercado imobiliario

  8. simone says:

    isso mostra claramente o quão perdido esse governo está, veja bem:

    Para o consumo no cartão de crédito, ele reconhece os excessos dos consumidores e aumenta IOF em 6% e dobra o pagamento mínimo de fatura, para evitar “problemas futuros”

    Já para o crédito imobiliário, o Governo faz o oposto: Aumenta o volume, aumenta o teto do MCMV, lança CRI etc…

    são duas reações totalmente opostas para os mesmos problemas: Excesso de crédito e endividamento.

    Ver também: Populismo
    Ver também: Incompetência financeira
    Ver também: Bolha imobiliária

  9. simone says:

    Jornal da Alterosa 1ª edição
    Imóveis valorizaram 600% em BH

    30 de maio de 2011

    Se você quer comprar apartamento, em Belo Horizonte, o melhor a fazer é esperar um pouco. Mas se quiser vender, aproveite o aquecimento do setor imobiliário.

    Uma pesquisa mostra que os imóveis na capital, nos últimos cinco anos, ficaram em média, 600% mais caros.

    http://www.alterosa.com.br/html/noticia_interna,id_sessao=7&id_noticia=55298/noticia_interna.shtml

  10. Sandro Rusten says:

    A notícia abaixo segue a mesma linha de raciocínio do seu texto?
    —————————————————————————–
    Fim do QE2 impactará psicologicamente a bolsa brasileira, diz Deutsche Bank

    30 de maio de 2011 • 21h07 Por: Equipe InfoMoney

    SÃO PAULO – O fim do programa de flexibilização quantitativa do Federal Reserve, o Quantitative Easing 2, em junho deverá ter impacto psicológico relevante para a bolsa brasileira, de acordo com o Deutsche Bank, que também projeta um período de fortalecimento do dólar.

    De acordo com os analistas Frederick Searby e Francisco Schumacher o sentimento em relação ao Brasil e aos outros mercados emergentes deteriorou, tendo em vista que uma desaceleração agressiva do crescimento chinês se tornou uma das maiores preocupações em relação aos mercados desenvolvidos, contrastando com a visão de um ano atrás de que isso seria a salvação.

    Política monetária
    A política monetária do Fed também terá de ser abandonada, com um aperto rápido e agudo que impactará negativamente nos fluxos entre mercados emergentes, sobretudo, o Brasil, de acordo com o banco alemão.

    Contudo, as grandes reservas brasileiras, juntamente com sua posição como credor e os investimentos diretos estrangeiros sendo feitos no País deverão ajudar a amortecer o impacto do aumento da taxa de juros norte-americana, avaliaram os analistas.

    • tradingcafe says:

      Bom dia Sandro, sim, essa percepção de risco aumentado ou deterioração do sentimento de confiança em relação tanto aos mercados emergentes e bem como, a fragilidade dos mercados outrora desenvolvidos, causa essa deterioração de percepção. Assim sendo, onde alocar recursos? A China vai causar uma catástrofe no mundo pela disparidade de valores competitivos, o mundo não consegue acompanhar os preços praticados lá. E a China foi vista como salvadora do planeta, susbstituindo os tradicionais importadores. Desde a crise de 2008, o mundo está grog, caminhando embriagado pelos exageros do passado e nada foi feito de fato para solucionar os erros. Apenas, os governos inflados e mal administrados encontrou a solução de imprimir dinheiro e inundar o mercado com liquidez, mas não corrigiu os defeitos. Assim sendo, onde alocar recursos se todos estão mal? É inevtiável uma correção de valores e de preços e em geral, estas coisas não acontecem de forma suave, porque velhos hábitos de ganhar dinheiro fácil são difíceis de serem erradicados. Abs, obrigado.

  11. me says:

    Seu comentário sobre o Brasil ser um lugar caro de se viver até para padrões internacionais me lembrou uma passagem de um documentário muito antigo, Beyond Citizen Kane, feito por um inglês sobre… o Brasil. Parte do filme fala sobre exatamente isso, o que me leva a pensar se já não era assim décadas atrás, sempre falando-se como tudo no Brasil é muito caro.

    No próprio documentário aparece um publicitário famoso, comentando como a agência dele fazia campanhas de coisas muito caras, em um país onde poucos conseguiriam o que ele anuncia, o levando a concluir, meio confuso, que “O Brasil é um país fictício”.

    Acho que por trás de toda essa idéia de bolha imobiliária tem coisas muito mais profundas que talvez nós brasileiros não gostamos de encarar.

    Em tempo: não sou proprietário de imóveis e muito mal encaixou-me na classe “média” brasileira.

    P.S: gosto muito dos seus videos.

    • tradingcafe says:

      Bom dia Me, obrigado por teus comentários. Sim, eu concordo plenamente com você. No Brasil, faz parte da nossa cultura virar os olhos pro outro lado e fingir que está tudo bem. A estrutura de preços e de idéias sobre proeços no Brasil nunca foi sustentável mas agora, com o governo modernizando os controles sobre tudo o que acontece na economia, eles conseguem cobrar imposto sobre tudo, encarecendo ainda mais tudo o que é consumido aqui. Eu ainda não vi este documentário mas vou procurar! Muito obrigado, bom dia. abs

  12. Eliseu says:

    Pessoal, interessante esse fórum. Tenho investimentos e estou bastante preocupado. Se alguém tiver alguma orientação agradeço.

    Exceto por uma méga crise internacional que leve os investidores estrangeiros a saírem correndo daqui não vejo como esperar desvalorização do real, infelizmente. Apesar da cotação atual estar quebrando toda a ind´´ustria do pais, a lata das comodities, tem garantido superávit. E no que se refere a contas públicas, como no Brasil estamos acostumados a pagar muito e receber pouco, a loucura paree que vai continuar, com alguns cortes, mas de forma estável e sem maiores apertos.

    Assim, como o que tem mantido o real forte e a “boa percepção” (certeza de que não vão ficar ocm o mico) dos investidores estrangeiros é a gastança pública, e devemos reconhecer que do Lula pra cá até estão investindo em coisas importantes, o crédito exagerado para carros casas eletrônicos, etc (que o governo vai ter que frear), os bolsa esmolas da vida, e o preço das comódities, não vejo muito como isso se alterar.

    Meu gerente de investimentos na Europa até me falou, “as pessoas vão tirar o dinheiro do Brasil e colocar onde, nos EUA, que estão quebrados, na Europa, em crise?”

    Eu tb acho que a economia brasileira está em uma bolha insustentável. Mas no governo Fernando Henrique (Fernando II – o risonho) só estorou a bolha em 98/99. Ou seja, foram mais de 4 anos com câmbio híper valorizado, em câmbio fixo. Eu também acho que estoura a bolha aqui, mas por razões internas não sei como será nem quando… se alguém quiser comentar.. Abraços.

  13. JOhn says:

    Olá,
    Amigo.

    Desculpe minha pergunta. Mas talvez ela cabe para todos.
    Moro em Belo Horizonte-MG, os preços de imoveis na capital esta um absurdo, em bairros que nem chega ser nobre mas um bairro bom de ser morar as pessoas então falando em 250 MIL para cima e apto pequeno.

    Em bairros mais inferiores não esta muito diferente, absurdamente caro. Ou seja não é qualquer um que tem 250 MIL, 300 MIL assim.

    E entrar em um financiamento neste valor e pagar durantes 30 anos não enche os olhos, e juros em cima de juros.

    E não sei o que a vida mim reserva em 30 anos, eu acho um tipo de investimento imprudente. Hoje estou adotando a linha de economizar e depositar na poupança.

    Minha pergunta e simples? Os valores imoveis estão exagerados em outras cidades brasil a fora?

    Principal pergunta? Acha possível que imoveis tenha um queba nos preços que para mim esta um absurdo?

    Hoje não pago aluguel, acha certo ? eu poupar o dinheiro e esperar esta “crise” passar? Sei que as coisas estão devido ao crédito fácil.

    Mas da forma que as coisas estão, vai ficar impossível um trabalhador tem uma casa própria, volto a repetir 300 MIL e muita grana. Estamos falando de quantia próximo de meio milhão.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s