E isso é só o começo… Um encontro com a realidade

O dia de hoje marca oficialmente a data de início da crise 2011. O pânico generalizado se instaurou porque as verdades dos números podem demorar a aparecer, mas eventualmente elas surgem com força. Tudo que os governos frágeis e auto-centrados souberam fazer foi dar liquidez para os mercados ao ongo destes anos, mas nem de longe atacou os problemas reais. E eles (os erros) são como cobras na grama, elas vão te morder o pé quando você não espera. Mas os anúncios desta crise foram extensivamente notificados, aqui no trading café e em outros lugares também. Os erros foram imensos e as pseudo-soluções também. Não se pode gastar mais do se ganha, não se pode liberalizar mercados em excesso porque os mercados são a essência da raça humana. Todos, cada um de nós, se acham mais inteligentes e mais espertos do que o próximo. “Sabemos” a verdade mais do que os outros e podemos antecipar eventos com facilidade… Errado. Os mercados são feitos de pessoas que tem um único objetivo: lucro máximo, lucro máximo e um pouco mais. Sem regras ou controles de limites e de instrumentos, os mercados vão ao extremo da autofagia, porque todos somos iguais e vemos as mesmas coisas. Desta forma, atuamos da mesma maneira evamos até o fim, mesmo que o fim significa a quebra do sistema. Hoje vimos o início do pânico de uma crise, onde as quedas ultrapassam o conta-gôtas e aparecem de enxurrada, vendendo tudo a qualquer preço. Notem, só o início, porque estes movimentos de queda disparam gatilhos de vendas, eletrônicas e por comando humano. Assim forçam os preços para baixo em linha reta, até o próximo ponto de parada técnica, onde encontram ordens eletrônicas e humanas de compra.Os mercados param para descansar, e, voltam a disparar mais ordens de venda de forma errática e com movimentos diários de alta volatilidade, mais de 3% ao dia de quedas contrapostas por altas menores. E ainda, lembrem, que a moda dos mercados são tradings logaritmicos, com robôs “interpretando” os sinais do mercado e disparando ordens como pequenos Wall-E’s sem coordenação. Continuar líquidos porque esta crise será mais grave que a de 2008. Se tiverem vontade de comprar, saiam para tomar água, respirem fundo, contem até 100 e fiquem fora, vai cair mais. Não acreditem nesta conversa de “comprar para o longo prazo”… Esperem cair mais e comprem bem, para qualquer prazo.

This entry was posted in Mundo estranho and tagged , , . Bookmark the permalink.

9 Responses to E isso é só o começo… Um encontro com a realidade

  1. Lorena Kreuger says:

    Boa noite Ricardo
    O que você diria para quem trabalha na indústria de bens de consumo, pensando nos próximos eventos dessa crise que estais anunciando? Enxergas uma queda brusca no consumo, especialmente no mercado nacional? A preocupação começa a rondar mais por aqui….

    abraços!

    • tradingcafe says:

      Boa noite Lorena, sim, estes eventos de pânico tendem a fazer as pessoas frearem seus planos de consumos de bens duráveis por um momento. Depende dos próximos movimentos para podermos avaliar com maior precisão. Bens de consumo de luxo, porém, tem dinêmica distinta, porque os clientes deste segmento normalemnte estão preparados para as crises… Fique tranquila, abs!

  2. tom says:

    Eu to adorando tudo isso e esperando descer mais pra comprar. tirei tudo da bolsa quando estava a 65.000.. se chegar aos 40.000 vai ser lindo..

    Esse post ficaria mais fácil de ser lido se fosse quebrado em parágrafos.

  3. Joacy Colelho says:

    Olá Ricardo, parece que o negócio dessa vez degringolou. Há anos venho lendo notícias econômicas, oficiais e independentes, desde antes da crise de 2008. Leio seus comentários diariamente, indicado pelo blogue “opequenoinvestidor” e creio ser uma fonte bem coerente de informações econômicas. Será que acontecerá alguma coisa com nosso mercado imobiliário, do qual tanto se tem falado que existe bolha?
    Será que o Brasil ainda continuará imune a toda essa crise? Nunca consegui acreditar na “blindagem” de um país que não consegue resolver questões básicas de infraestrutura de trasportes, saneamento, educação, saúde e segurança. Será essa onda, para nós brasileiros, apenas mais uma marolinha?
    Abraço.

    • tradingcafe says:

      Oi Joacy, benvindo. Olha, não existe de fato tal coisa como blindagem. É um jargão de pura retórica ppara dizer “uau, não temos idéia do que vai acontecer…”. Os políticos tem que sempre dizer alguma coisa e na maioria das vezes o que dizem não quer dizer nada… Em efeito, sim, o mundo está intrinsicamente conectado pelas finanças, existem negócuos cruzados com todos os países e instituições. Globalização, como alguns gostam de citar. Desta forma, sim, não estamos nem blindados e nem livres dos efeitos nocivos e de empobrecimento geral que crises como esta causam. O mercado imobiliário brasileiro perdeu a noção de valores, bem como todos os preços praticados no Brasil. Hoje vou postar um artigo sobre os imóveis aqui no blog. As deficiências da economia brasileira são enormes, como vc citou. E, difinitivamente, não existe tal coisa como “marolinha” como nosso ex-alguma coisa falou em 2008. Os erros aqui são gritantes e vamos sim ter que confrontar a realidade em algum momento. Abs

  4. Césare says:

    Ricardo
    Quero dizer que vc é um dos poucos que tem realmente independência para afirmar a correta percepção da realidade.
    Parabéns

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s