Do pessimismo ao pessimismo… tentativa de dar uma boa notícia…

Olha, de verdade, eu tenho tentado mudar o tom, escrever alguma coisa legal, dar uma boa notícia mas, confesso, que não tenho conseguido. As manipulações são tão evidentes que até doem. As notícias e artigos em sites, revistas e jornais são direcionais e repetitivas ao extremo. A televisão nacional aqui, aquela que todo mundo gosta, parece um veículo contratado de marketing institucional, no noticiário, completamente dirigido (nada de novo…) mas defendendo nossos vizinhos de continente, mais ao norte, de forma até ridícula. Os problemas de repente, na mídia, são da Europa. Insistem nisso, empurram e falam, os papagaios aqui repetem e até escrevem (papagaios modernos, devem ser da geração XPTO-Y…). Agora, não é só a Grécia que está com problemas, estão ainda tentando derrubar o Euro. O probleminha lá é de duas ou tres centenas de bilhões de Euros… Do outro lado do Atlântico soa mais para trilhões. A técnica de dispersão, a cortina de fumaça, funciona legal quando ninguém vê… Essa cortina tá saltando aos olhos. Os únicos veículos que estão ganhando muito dinheiro são os hedge funds… Legal. Nenhum especialista (fora o trading café…) está se aprofundando nos números que diferenciam a Europa dos Estados Unidos, para poder falar claramente onde está o problema. Os números macro-econômicos da União Européia são sólidos, a população nãos está endividada como a americana, são países socialistas que ainda tem um número enorme de funcionários públicos, que todos os cidadãos tem estabilidade de emprego (quase como funcionário público, é difícil mandar alguém embora por lá), a união exporta mais do que importa, não exportou suas indústrias, os bancos centrais dos países ainda existem e tem caixa, ainda tem um Banco Central para a União Européia (com caixa), tem um fundo estabilizador em criação e capitalizado, os juros estão baixos mas são 10 vezes maiores que o dos Estados Unidos, desemprego é menor, reservas são maiores, as empresas estão sólidas, e muito mais. Porém, a mídia ataca diariamente, sem trégua, e as agências de rating também e os membros do governo americano também… Otimismo? Sim, a vida é linda, mas o mercado vai passar por mais turbulências. Até coisas como instrumentos de política monetária eles (americanos) estão usando de forma errada. Eles mantém a taxa de juros baixa para pagar menos juros sobre sua dívida, e não para controlar a oferta e demanda de capital e a inflação, por conseguinte. A inflação “oficial” por lá supera os 3% ao ano e a taxa de juros básica está em 0,25%… Você aplica dinheiro e paga por isso, ah, e ainda tem o imposto de renda e a taxa de custódia na aplicação… A impressão de moeda, expansão da base monetária, fiat money, sem lastro, perdeu o controle, imprimir para pagar contas… Na Europa, isso é proibido, no Brasil isso é proibido, mas, vamos lá, alguém vai acreditar se eu disser que está tudo bem, vamos as compras? Nada de real foi feito até agora e em algum momento a enganação ficará tão evidente que forçará uma mudança… igual aos impostos aqui no Brasil…

This entry was posted in Mundo estranho and tagged , , , , , . Bookmark the permalink.

8 Responses to Do pessimismo ao pessimismo… tentativa de dar uma boa notícia…

  1. H.F. says:

    Ricardo, pelo menos papagaio fala e voa !! Já alguns, por aqui, somente falam … tiremos nossas próprias conclusões … heheh ! Infelizmente a mídia não mostra e analisa aquilo que é, mas sim aquilo que eles querem que seja … infelizmente a informação tem a capacidade de mudar tudo, mas o que realmente muda a realidade, é QUEM dissemina a informação … nessas horas gostaria que o Trading Café tivesse a mesma audiência do Jornal Nacional … ou melhor … da novela das 8 !

  2. Zão says:

    Rapaz, essa história toda me lembrou uma coisa que pode parecer não ter nada a ver: o livro A Dança da Morte (The Stand), de Stephen King. No livro acontece aquela manjada historia de que uma doença escapa por acidente de um laboratório americano de pesquisa de armas biológicas. Uma versão letal da gripe, e como a gripe se espalha rapidamente e o corpo humano não tem defesa contra ela, começa uma epidemia de proporções mundiais e extingue 90% da população terrestre.

    A parte que me lembra essa situação atual é o momento em que King descreve os esforços do governo americano para abafar a existência da epidemia que eles mesmos criaram. O exército isola cidades infectadas, extermina pessoas que foram expostas (estejam ou não doentes), elimina testemunhas, fecha jornais, invade rádios que estão transmitindo sobre o assunto e silencia os radialistas, e vai fazendo isso mais e mais. Mesmo quando a epidemia já alcançou outros países, mesmo quando todo mundo já sabe que o governo foi o culpado, mesmo quando já não faz mais qualquer diferença, pois todos os que poderiam achar uma cura estão mortos, o presidente está morto, junto com mais da metade da população do país, o que restou do governo continua tentando encobrir, dizer que não foram eles. E assim ficaram até o fim de tudo.

    Acho que ás vezes a vida imita a arte mesmo…

    Um sábio de tempos idos já dizia que a aceitação do problema é o primeiro e inescapável passo para sua resolução. Não chegamos nem a esse primeiro passo ainda.

    • tradingcafe says:

      Oi Zão, gosto muito das tuas idéias e comentários, obrigado, amigo. Uma vez, muitos anos atrás, meu pai me contou uma história de quando ele era adolescente. Eles tinham o hábito de comprar o bilhete da “temporada” de um filme, nos cinemas aqui em São Paulo. Todos os domingos, no mesmo horário, eles passavam ou episódios ou os filmes que eram lançados em capítulos. E a história, tem a ver com o que falamos, sobre a vida emitar a arte ou vice-versa. O filme que ele me contou sobre foi o Flash Gordon, que o personagem, num cenário futurista para a época, falava ao “telefone” e visualizava a outra pessoa “numa telinha”… A televisão… que só veio a ser real no Brasil, muitos anos depois disso… Hoje, o cinema é um balão de ensaio e um mecanismo de marketing explícito, que dita comportamentos e induz ao consumo… Não só isso, até os joguinhos de video game fazem isso, o UFC é um resultado claro de Tekken… A série Flash Foward foi suspensa recentemente porque falava sobre uma máquina que produz efeitos no clima… As mamadeiras de plástico para bebês estão sendo proibidas porque contém um componente que reduz a fertilidade masculina e aceleram o processo hormonal feminino… e assim vai, conspiração ou não, é muito óbvio para não ser percebido… Medo e sonho, rendem lucros altíssimos… abs

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s