Um guaraná em Luanda R$ 3,50 e em São Paulo R$ 5,00… fala sério

Luanda, a pérola da África e capital de Angola foi eleita este ano a capital mais cara do planeta para se viver. Acho que os caras que fizeram este estudo não ficarm muitas dias em São Paulo. No domingo eu tomei um guaraná da Antarctica em um restaurante médio em SP antes de sair para o aeroporto. Paguei R$ 5,00 (estava no cardápio…) e mais o serviço, que no Brasil a gorjeta é institucionalizada e obrigatória, já vem na conta… Hoje de manhã aqui em Luanda, fui num bar considerado elegante e tomei um guaraná Antarctica e paguei apenas… R$ 3,50, com serviço incluso. Como é possível isso se a lata viajou 5 mil km, ficou no porto aguardando desembarque mais de 30 dias, pagou impostos de importação, teve os lucros da fábrica no Brasil, datrading company que exportou, do frete do caminhão até o porto em Santos, do frete do navio, das tarifas portuárias em Luanda e em Santos, lucro do distribuidor e importador aqui, frete do caminhão aqui, mais o lucro do estabelecimento e ainda assim custa mais barato?

This entry was posted in Mundo estranho and tagged , . Bookmark the permalink.

11 Responses to Um guaraná em Luanda R$ 3,50 e em São Paulo R$ 5,00… fala sério

  1. simone says:

    só vc pra me fazer rir amigo Ricardo…………..

  2. Andre Luiz says:

    Não consigo entender os preços aqui no Brasil. Nossa renda é tão baixa…

    O que será que a população dos outros países consome e que nós não consumimos, pois o dinheiro não sobra, já que os valores dos produtos são tão altos?

  3. Após 7 anos tentando ser um cidadão brasileiro, vejo que é impossivel ter uma vida digna no Brasil, pagamos muito para usufruir tão pouco. Vejo que o sol, o povo bonito e uma alegria contagiante nos faz esquecermos do nosso dia-a-dia. Somente quando saímos do país é que nos damos conta que nossa vida é bem difícil por aqui. Já planejo minha saída, qualquer país que tenha segurança, serviços públicos descontados em imposto de renda e dignidade no viver. Uma pena.

  4. thomas says:

    em qualquer shopping – que teoricamente é em maior parte frequentada pela classe media – a latinha de bebida custa 3,50 – imagine quanto nao se paga em baladas ou lugares mais caros e elegantes.. 5,00 vc ainda pagou barato em termos de brasil

  5. Carlos says:

    Ricardo, a resposta não está nem na ganância, que não é menor no resto do mundo do que no Brasil, nem nos impostos. A resposta está em você. Por que você aceitou pagar esse preço? Não podia passar sem esse guaraná? O problema está aí. Os brasileiros aceitam pagar qualquer absurdo por péssimos serviços e produtos ruins. Veja os nossos carros. Basta pararmos de comprar e os preços cairão, nem que para isso os vendedores sejam obrigados a aumentar a sua produtividade. O Brasil é um dos países onde mais se desperdiça mão de obra. Pequenos supermercados que aqui tem 15 pessoas trabalhando, na Alemanha não tem mais que 4. E as filas lá ainda andam mais rápido. Essa conta quem paga é consumidor final.

    • H.F. says:

      Caro Carlos, eu diiscordo,

      No exemplo que você mesmo deu, é aonde eu mais tenho ódio da ganância e da mentalidade do empresário brasileiro. Mesmo sabendo que para “driblar” os altos impostos e custos logísticos que o país “impõe”, o dono de um negócio no Brasil tem que inventar os mais mirabolantes “jeitinhos brasileiros” para ganhar um bom dinheiro, nada me faz tirar mais do sério do que entrar em um supermercado com 20 caixas, com 10 parados e os outros 10 com uma fila gigantesca para ser atendida. Não é possível que ele não esteja lucrando o suficiente para colocar mais funcionários para atender à este grande demanda. E olha que estou falando dos maiores, Extra, Pão de Açucar, Carrefour … em cidades do interior, não há ociosidade nos caixas e ainda vejo pessoas trabalhando de empacotadores. Além de agilizar o serviço, gera emprego, distribui mais renda, etc … e assim não é preciso fazer bolsa família. Neste supermercado do interior de minas por exemplo, são jovens aprendizes que começam como empacotadores, passam para caixa, vão para área de logística e chegam até a gerencia, como conheço um caso pessoalemnte, dependendo de seu esforço e dedicação. isso é meritocracia e “capitalismo saudável”. Os demais funcionários que não tem o mesmo destino, são incentivados a estudar, trabalhar e sempre crescer na carreira. Outra coisa que me irrita proofundamente é outro setor que fatura pouco aqui no Brasil. Os bancos. Novamente os maiores, que batem records bilionários de receita, possuem um ou dois caixas por agência, sendo outros 3 ou 4 parados e ociosos. Há a máquina, há o espaço físico, mas não há recursos humanos alocados (falha na gestão do empresário, na minha visão) provocando filas imensas que fazem você perder horas no seu dia. Há muitos outros aspectos, mas a falta de planejamento junto à “ganância de curto prazo” do brasileiro me irritam profundamente. E nesses casos não muito muito o que escolher, a não ser que você não queira comer com facilidade e aproveitar das facilidades do sistema bancário. Para mim o capitalismo e o dinheiro tem esta função, gerar comodidades, o problema está na ganância, no nosso caso muito em parte do governo, como muito bem dito pelo Ricardo. Não fazemos ideia de como somos ricos e quanto dinheiro NOSSO estão na mão de gestores público de péssima qualidade, índole e outras cossitas más ….. Dinheiro esse que poderia gerar um bem estar gigantesco para o nosso país e assim não geraria este sentimento do nosso amigo Max. Destruíram o meu querido Maracanã para gastar 1Bi (ou muito mais) para ele ficar pior talvez … obras inúteis e gastos inexplicáveis. Isso tudo na nossa cara, fazendo agente assinar atestado de “otários” diariamente. Enquanto não houver uma mudança de mentalidade e um controle da ganância gerando corrupção por parte de quem está no poder, ou até que cheguem ao poder pessoas de bem ( é mais fácil a segundo opção, uma renovação DAS pessoas e não NAS pessoas) nada vai mudar…

      Abraço!

      • FR says:

        Os próprios bancos tem uma profunda “raiva” dos funcionários que são caixa. Não sei o motivo, mas SEMPRE estão querendo reduzir os caixas, tirá-los das funções e alocá-los em outros lugares. O banco coloca poucos caixas justamente para nós clientes utilizarmos outros meios como o caixa eletrônico, internet, celular, etc. Para mim os bancos sonham com a visão de uma agência sem funcionários, onde o cliente entra e ele mesmo se atende rs.. e no final o lucro da operação vai para o banco.Com relação aos supermercados citados acima eu também concordo! Fui aos EUA em viagem e no Walmart o próprio caixa já coloca as suas compras na sacola, não precisa de empacotador e são rápidos. Mc Donald’s lá é rápido aqui parece um restaurante de tão lento. Esse país precisa melhorar. Vamos tirar os “cumpanheiros” do governo e colocar pessoas qualificadas no lugar, de nada adianta um excelente servidor público se o chefe dele é indicado político e incompetente!

      • tradingcafe says:

        Oi Fabrício, esse movimento fica evidente, se você necessita ir ao caixa do banco por qualquer razão, o banco faz questão de tornar esta experiência desagradável para nós. Colocam dois caixas abertos, uma fila enorme, um caixa atende pessoas idosas. Quando voc~e acha que vai chegar a sua vez, um caixa sai para ir ao banheiro, almoçar ou sei láo quê, e de repente, chegam tres pessoas idosas e o caixa atende eles primeiro, naturalmente. Porém, tem empresas que contratam pessoas idosas para fazer o serviço de office-boy, pois eles não pagam o transporte público e não pegam fila nos bancos… eles são atendidos antes e abrem uma pastinha com duzentos e cinquenta títulos para serem pagos… Você fica na fila e aquela lei de 15 minutos máximos de espera é para boi-dormir. Fico feliz pelos idosos poderem encontrar um trabalho, mas fica claro a má intenção dos bancos e de certas empresas. Abs

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s