Temas para a filmagem

Bolha Imobiliária no Brasil e no mundo, Itália, crise internacional e como esta crise afeta os brasileiros.

vamos filmar amanhã, ou no Mercado Municipal ou no Bistro de Paris.

This entry was posted in Mundo estranho and tagged , . Bookmark the permalink.

6 Responses to Temas para a filmagem

  1. J.R. Vensan says:

    Ricardo, seria interessante, na minha opinião, você falar da crise internacional do ponto-de-vista histórico, que você colocou neste seu último post, quando falou sobre a disputa pela supremacia da moeda mundial.
    E, temos também que continuar a série do “Como ficar rico”, porque afinal eu também quero saber como se faz para chegar lá!!
    O Mercado Municipal é uma boa idéia, porque lá perto tem a Galeria Pajé e a Zona Cerealista, que são lugares bem interessantes visualmente.
    Podíamos tamém (talvez futuramente) escolher um empreendimento imobiliário “encalhado” para falar da bolha imobiliária. Tem vários por aí…
    Abraço e até amanhã.
    JR

  2. J.R. Vensan says:

    Corrigindo, “Podíamos TAMBÉM…”
    JR

  3. Antonio says:

    Ricardo, acho que poderia falar sobre o seu ponto de vista da Europa. Muitos analistas falam que o Euro acabou, o que vc nao acha. Um abraco

  4. nick abreu says:

    como ja diziamos
    Europa anuncia regulação das agências de rating
    A Comissão Europeia apresenta nesta terça-feira, em Bruxelas, sua proposta de nova regulamentação das agências de rating que atuam no bloco. Entre outras medidas, as empresas teriam de enfrentar julgamentos por “responsabilidade civil” em caso de erros grosseiros na avaliação de risco ou de conflitos de interesses. Além disso, a análise de países em crise pode ser suspensa para evitar uma escalada na especulação nas bolsas de valores.

    O projeto ganhou mais impulso na semana passada, quando a agência americana Standard & Poor’s publicou por “erro”, segundo suas explicações, uma nota associando as palavras “França” e “downgrade” em seu site – o que fez disparar o risco do país e o ágio cobrado por títulos de sua dívida soberana. É nesse ambiente que o comissário europeu de Serviços Financeiros, o francês Michel Barnier, apresenta amanhã a proposta de regulação.
    Outro dos objetivos do projeto de lei é enfrentar a hegemonia das três maiores agências do mundo – S&P, Moody’s e Fitch -, que juntas detém mais de 90% do mercado de rating no mundo, segundo cálculos do think tank belga Instituto Bruegel. Em defesa da proposta de regulamentação, que bate de frente com os interesses das agências, José Manuel Durão Barroso, presidente da Comissão Europeia, se dividiu entre elogios e cobranças ao papel dessas empresas. “As agências de rating são às vezes acusadas de ditar suas leis ao Estado e às instituições europeias”, afirmou, fazendo referência indireta ao atrito entre S&P e França: “É indispensável que demonstrem um rigor extremo nas suas avaliações e que tenham um grande senso de responsabilidade na sua comunicação”.

  5. Pode-se falar um pouco tambem do impacto da crise mundial no Brasil… aqui (http://www.brazilianbubble.com/2011/11/third-quarter-gdp-brazil-x-usa.html) a gente expos como o Brazil tera uma contracao (estimada) em 0.1 a 0.3% do PIB, enquanto as economias que, teoricamente, sao a razao da crise mundial cresceram 0.6% (EUA) e 0,3% (Europa)… boa sorte! Abc!

  6. simone says:

    bistro crepe de paris é lindooooo

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s