1 kg de picanha = 10% do salário mínimo, déficit habitacional

Será que tem alguma relação? O suposto déficit habitacional no Brasil está nas classes sociais que podem comprar um imóvel de mais de R$ 500 mil e comprar picanha nestes preços (somos o maior produtor de carne do mundo..)? A oferta excessiva de imóveis de padrão médio e alto é fundamentada pela demanda? Não. O déficit habitacional, se existe de fato, está nas classes sociais que não podem comer 1kg de picanha sem comprometer sua renda, bem como não podem pagar uma prestação de 3, 4 mil reais para comprar um apartamento que está sendo vendido a preços astronômicos. Especulação imobiliária e historinhas para boi dormir… A bolha vai estourar.

This entry was posted in Mundo estranho and tagged , , , . Bookmark the permalink.

39 Responses to 1 kg de picanha = 10% do salário mínimo, déficit habitacional

  1. Ricardo tudo bem? precisei vender um carro recentemente e em todas as lojas de Curitiba, Joinville e região escutei a mesma conversa “o mercado esta parado” , ou seja, mesmo com o 13 na praça parece que as pessoas não estão dispostas a comprar, sera que isso é devido ao aperto que o governo fez durante todo o ano ?Quanto tempo vai levar para nossa economia aquecer ?Meses ou anos?Ou vai estourar de vez alguma bolha ou acontecer uma CRISE maior que a de 2008 ?

    Abraços.

    Max

    • tradingcafe says:

      Oi max, acho que vai acontecer uma crise maior que em 2008. O governo não tem controle, a economia tem vida própria. O que o governo faz é atrapalhar e cobrar altos impostos. As coisas tem limite, demanda e a crise internacional se alternam, e já está prejudicando a economia nacional. Abs Max.

    • rcesar says:

      Oi Max,

      Depois da farra vem a ressaca, né? Expansão desenfreada de crédito vem seguida de contração acentuada de crédito. Como crédito é dinheiro (ou melhor, dívida é dinheiro), contração de crédito significa deflação.

      Todos os ativos que dependem de crédito vão parar (carro, imóveis, eletrodomésticos) e a tendência é de queda de preço, principalmente de imóveis que está numa bolha gigantesca.

      Em compensação, aquilo que não depende de crédito, comida e energia, vai aumentar de preço. Vide a picanha.

      Com relação ao timing, visto que essa crise é global e que o mundo está “delaveraging”, essa crise tende a durar muito tempo. Acho até que estamos caminhando para um novo “normal”, onde será normal altas taxas de desemprego, será normal comida e energia caras, será normal preço de casa baixo mas poucas pessoas com condições de comprar, será normal as pessoas que ganham entre 1000 e 2000 reis por mês voltarem (e permanecerem) nas classes C e D.

      Abcs,
      Roberto.

      • J.R. Vensan says:

        Excelente comentário, rcesar, obrigado!
        JR

      • Me says:

        Rcesar, porque o que não depende de crédito aumenta de preço? Você só quis dizer que o problema todo é bolha de crédito, e a inflação pra todo o resto continua normal?

  2. Anonymous says:

    Ricardo,
    No começo de 2009 comprei uma casa nova em condominio nos EUA por 240 mil Reais, pois era MENOS do que o preço de um terreno onde eu estava almejando construir uma casa no interior de SP. Estou na Alemanha e constatei que preço de imóvel aqui está também mais barato que no Brasil. Na minha opinião, o Brasil está completamente maluco.

    • tradingcafe says:

      Boa tarde amigo, sim, por qui, nós perdemos o contato com a realidade. isso é um efeito da especulação e da perda do valor do dinheiro, ainda que a taxa de cambio não reflita isso. A melhor coisa a fazer é o que vc fez, comprar fora do Brasil! Um grande abraço, apareça maios vezes!

    • rcesar says:

      Caro Anonymos,

      O Housing Market BR tem um artigo bem interessante sobre a parte tributária de investimento nos EUA. Tem um link aqui no tradincafe pra esse site (veja o blogroll). Vale a pena conferir pois as vezes as pessoas se esquecem desse “pequeno detalhe” e podem se complicar mias a frente.

      • tradingcafe says:

        Ainda assim, nada se compara ao Brasil, em tributos, encargos e condominios altos. abs

      • Anonymous says:

        Estou informado sobre a tributação na herança. No estado onde comprei, a tributação na herança é – preste atenção – ZERO – para imóveis até 250 mil dólares. Essa conversa de tributação é utilizada por advogado da Flórida para assustar miliotário (milionário + otário) Brasilieiro. Acaba funcionando, pois o advogado consegue convencer o miliotário, que culturalmente está preparado para aceitar esquemas de sonegação, a montar uma empresa em paraíso fiscal. Com isso o advogado ganha dinheiro e o miliotário uma marquinha na ficha dele no DHS (Department of Homeland Security), pois empresa em paraíso fiscal é bastante utilizada para lavagem de dinheiro.

      • rcesar says:

        Sim, existem isenções. O imposto de herança (que é uma coisa absurda) incide sobre o que passar de US$1 milhão (atualmente está em US$5 milhões, mas vai voltar pra 1 milhão em 2013). Uma coisa é certa, antes de fazer qualquer negócio envolvendo muito dinheiro é sempre bom consultar um contador. É sempre bom estar ciente da legislação.

        Abcs,
        Roberto.

  3. Aldo says:

    Ricardo tudo bem? Estou seguindo ha pouco tempo teu blog, e já li tudo o que tem nele. Na verdade estou aprendendo muito e te agradeço.
    Gostaria de saber a tua opinião a respeito da cotação do dólar no Brasil e quais seriam as tuas projeções.

    • tradingcafe says:

      Oi Aldo, benvindo. Sim, vamos lá. O dólar é uma moeda historicamente forte, conversível e está intrinsicamente ligada a todos os países do mundo. A moeda está fraca por que tem fundamentos fracos, a economia americana estagnada, impressão de moeda em exagero, sistema financeiro americano abalado e frágil, inflação alta e juro baixos, dívidas governamentais e pessoais muito elevadas. O dólar deve cair, porém, no curto prazo, devido a esta crise internacional, uma guerra entre o euro e o dólar, deve causar instabilidades temporais, fazendo com que a moeda americana ainda possa subir, para zeragem de contas lá, drenando o sistema internacional. Portanto, fundamentalmente o dólar deve cair, mas no momento as pessoas não estão olhando os funadamentos, desta forma, podemos ver o dólar testar os 2 reais em breve. abs

    • rcesar says:

      Oi Ricardo,
      Concordo com você. Acho que o dólar poderá até passar dos R$2 se houver uma fuga de capital do pais (que já está acontecendo), mas um aumento desse não deve durar muito pois uma corrida para o dólar só vai evidenciar os seus fundamentos fracos.
      Abcs,
      Roberto.

  4. Bruno says:

    Isso me leva a outro ponto: Tendo em vista que o Minha Casa Minha Vida ainda não engrenou, (menos de 1% do que era inicialmente esperado) há a possibilidade de essa incrível bolha ficar ainda mais inchada ? Ou em sua opinião há de fato um déficit habitacional na faixa atendida pelo programa? ( eu não creio nisso….)
    Em minha cidade já vejo imóveis pequenos, mal localizados e em condições no mínimo duvidosas ultrapassando os 100k.

    • tradingcafe says:

      Oi Bruno, os preços estão perdendo momentum e devem estabilizar para cair depois. Já existem empreendimentso que vc consegue bons descontos além das geladeiras, microondas até uma mercedes benz na porta… A economia está chegando num pico e devemos começar a ver estes sinais já em Dezembro. abs

  5. Me says:

    Ricardo, proponho algo um pouco provocativo.
    Noto que este assunto causa discussões bem inflamadas e unilaterais, mas, apesar de você acreditar firmemente que exista uma bolha, você arriscaria em citar alguns motivos para que estes valores continuem se sustentado, no máximo estagnados(e perdendo pra inflação)?

    Como consumidor acharia ótimo que os valores despencassem, mas acho que seria interessante poder ver um pouco as coisas pelo outro lado.

    Valeu!

    • tradingcafe says:

      Oi Me, duas razões para que estes valores continuassem se sustentando. A primeira é corrupção, dinheiro fácil que entra no mercado imobiliário e encontra um certo sossêgo rápido… mas se a corrupção não diminui, este dinheiro vai continuar comprando imóveis. A segunda razão é o povo acreditar nas historinhas para boi dormir de que há um déficit habitacional, que os preços sobem sempre e blá blá blá. Esta razão é a pior porque “nós”, o “povo”, estamos dando sustentação para os especuladores deitarem e rolarem na nossa cabeça. Muito dinheiro saiu da bolsa e está brincando em imóveis, na planta… A onça vai beber água em algum momento e vamos ver esse mercado degringolar. Fique líquido e pronto, bons negócios irão surgir para quem de fato quer comprar um bom imóvel para morar e pelo preço mais justo. Além destas duas razões que podem ainda dar uma sustentação para os preços atuais é a continuidade do crédito imobiliário, que está mais lenta agora porque a inadimplência está aumentando muito. tem gente comprando imóvel da construtora na planta, quando o imóvel fica pronto, não consegue aprovação de crédito no sistema financeiro… aiaiaiai… Então, pode continuar por mais algum tempo mas está definitivamente perdendo o fôlego. abs Me, obrigado amigo.

      • Andre says:

        Outra razão seria, o “é caro mas o povo paga”… Tenho pesquisado sobre o mercado automotivo e fico estarrecido com as gordas margens dos fabricantes e importadores. É incrível como isso se sustente num mercado competitivo (o que não falta é marca)…

        tem um movimento na internet de boicote às montadoras… Pois bem, colheu em alguns meses pouco mais de 2 mil assinaturas. Enquanto isso, são vendidos 10 mil carros POR DIA no país…

        Abs

      • tradingcafe says:

        Oi André, é uma feia verdade essa, esse aspecto cultural do nosso povo que “se orgulha” de pagar caro… Em 1986, na época do plano cruzado, essa característica ficou evidente quando houve um controle de preços pelo governo e os fornecedores fizeram os produtos desaparecerem das prateleiras do supermercado… e só vendiam para quem pagasse um ágio alto, dolarizado… e muita gente batia no peito e dizia: ” eu como filé mignon todos os dias”… No fundo, nós mesmos somos nosso maiores inimigos. Temos que mudar isso, criar um movimento de conscientização e de mudança real. Parabéns pelo teu blog e teu excelente trabalho neste processo. abs

      • mauricio says:

        a diferença básica:
        carros custam 1/10 do valor dos imóveis, em termos gerais, e são também financiados em 1/6 do tempo, com parcelas que são bem menores do que as de um imóvel.

        qual a relação entre carros e imóveis? não vejo nenhuma. se é pelo valor absurdo devido ao lucro quase abusivo das fábrias, o mesmo poderia ser dito da coca-cola, mc donnalds, e praticamente toda a fábrica de móveis planejados do brasil, entre muitos outros produtos

    • mauricio says:

      não sou o ricardo obviamente, mas também gostaria de dar uma opinião em relação a isso:

      as pessoas falam que há a possibilidade de que os preços se mantenham nas nuvens, que o governo irá dar um jeito, ou que o governo vai manter a bolha inflada.

      acredito que nada disso irá ocorrer, porque basta olhar o que ocorreu nos eua: se o maior pib mundial, com economia em dólar, maiores reservas de ouro mundiais, e com uma moeda em reserva internacional, além das linhas de swap cambial com o fed, ainda assim houve uma queda histórica, sem possibilidade de sequer os preços estagnarem durante um aninho só, imaginem no brasil, que os incompetentes da nossa economia mal sabem aplicar iof para taxar investimento externo, quanto mais pra tentar controlar o mercado?

      a coisa vai cair, e vai cair forte, e não será só no mercado imobiliário, será em todos os programas com o dedinho do governo: minha casa minha vida, meu carro novo meu status, programa mais alimentos, ipi reduzido pra eletrodomésticos, bndes com financiamentos em 10 anos e por aí vai

      • rcesar says:

        Oi Maurício,
        Concordo com você. Onde a bolha já estourou (USA, Irlanda, Espanha) todos diziam que iria ficar num patamar alto e os preços caíram. Onde a bolha está pra estourar ou está estourando (China e Austrália) as pessoas estão usando a mesma retórica de que os preços vão estabilizar. Não vão, vão é cair mesmo, e o Brasil não vai ser diferente.

        Agora um tema pra apimentar a conversa🙂 Existem rumores de que o ouro de Fort Knox já era, que os EUA não tem mais ouro. Teoria da conspiração? Pode ser, mas é muito estranho os caras não permitirem uma auditoria há mais de 30 anos. A última auditoria do ouro americano foi em 1974.

        Abcs,
        Roberto.

      • tradingcafe says:

        Oi Roberto, é verdade, não falo isso por razões óbvias mas basta estudar o caso do porquê Dominique Strauss-Khan foi “framed”. Faça uma pesquisa e irá encontrar declarações de Putin (ele mesmo, da Russia) explicando que DSK descobriu que havia erros no relatório dos caras e pediu para ver o ouro de fort Knox… em seguida, de volta a NY tudo aconteceu como já sabemos… abs

      • mauricio says:

        respondendo ao rcesar:

        pois é, bem lembrado, a china maiores reservas do mundo, economia que todo mundo falava que iria dominar o mundo e ainda assim os preços dos imóveis caíram 30% em um mês! tem coisas que governo nenhum segura

      • tradingcafe says:

        Oi Mauricio, mandou bem!!! Em resumo é um esquema de pirâmide e vai custar caro para os últimos da fila. abs

  6. Nunes says:

    Ola,
    Será que devido a copa do mundo de 2014 pode ainda impulsionar o mercado imobiliário no Brasil até tal data pra depois disso uma gigantesca bolha estourar por aqui?
    Ou vamos ter uma crise antes disso?
    Qual seria o principal impacto econômico nisso? pq temos pessoas endividadas na faixa de 500 mil reais que aparentemente não ganham pra pagar tal divida (contando casa, carro, cartão de crédito)…
    Tenho um estabelecimento comercial e ultimamente ando reparando que muitos clientes estão fazendo um “rodizio” nos cartões de crédito: Primeiro passa o visa, sem autorização – depois passa o master, sem autorização – depois passa outro, até realmente conseguir efetuar a compra.
    Estou começando a entender um pouco de economia e recentemente conheci seu blog, excelente trabalho com seus videos, muito obrigado por nos dar um conteúdo de extrema qualidade.

    • tradingcafe says:

      Olá Leandro, benvindo. Em finanças, em economia, temos uma máxima que é relativa a informação. Quando todo mundo já sabe o que deve acontecer… A bem montada e até certo ponto fundamentada história sobre os imóveis e a copa do mundo, já correu seu curso. Todo mundo já sabe, é segredo de polichinelo. Alguns pontos do Brasil ainda poderão ter uma alta, mas são lugares específicos, pontos onde podemos construir hotéis e os arredores onde se pode explorar comercialmente. Qual seria o benefício e a razão para um imóvel residencial continuar subindo de preço pelo simples fato de termos uma copa do mundo aqui? Os terrenos onde eles estão e… Com relação a sua segunda pergunta, as pessoas estão endividadas até um limite perigoso. O nível de inadimplência está super elevado e estamos tendo um arrefcimento na economia, devido a isso. A crise internacional está nos afetando já, porque muitas pessoas trabalham aqui no Brasil para empresas estrangeiras que já inciaram cortes de pessoal e ainda, os países que compram produtos nacionais estão com problemas e estão comprando menos. Resultado: mais pessoas estão com “medo” de perder emprego aqui, nas empresas que exportam. Desta forma, temos duas forças claras de redução de consumo, o medo de perder emprego e o alto comprometimento com dívidas dos brasileiros. abs

      • Diogo says:

        Fala, meu economista favorito rsrs!! Vamos fazer um exercício mental: qual seria o cenário sócio-econômico que poderá ser instaurado no País após o rompimento da(s) Bolha(s). Em outras palavras, qual seria a configuração da Bolsa (e investimentos de modo geral), dólar, inflação. Pergunto isso, porque estou no momento guardando capital para poder comprar uma casa (para moradia) pós Bolha. Abraço.

      • tradingcafe says:

        Bom dia Diogo, o impacto que um estouro de bolha pode causar será de aumentar o medo de perder o emprego, que causa uma retração no consumo e uma redução drástica na atividade econômica. Assim, numa economia de mercado (o que nem sempre é o caso do Brasil) os preços devem cair em geral por falta de demanda. No Brasil, que é uma economia atípica, por ter uma péssima distribuição de renda, os preços podem cair e logo em seguida subir para equiparar as perdas de vendas menores. Numa economia normal, esse processo demoraria mais, para os preços subirem, porque produzir menos é mais caro devido aos custos fixos. A Bolsa terá um impacto forte pois a precificação de ações é relativa diretamente ao fluxo de caixa, com o nível de vendas em queda, receitas caem, afetam o fluxo de caixa e as ações caem. Além disso, já hoje, a SELIC (taxa livre de risco) está superior à rentabilidade, retorno que as empresas estão oferecendo, causano uma competição que gera desinteresse por ações. As ações oferecem retornos em ganhos de capital + dividendos. Está correlação está desigual hoje. Desta forma, com a configuração do cenário nos mercados, o momento é indicado para investirmos em taxas de juros, renda fixa, nos títulos do tesouro nacional. Vale lembrar que no Brasil, as transições são bem, dinâmicas, fique atento às oportunidades que podem surgir com descontos consideráveis nos preços dos imóveis. Não tenha verginha de negociar o preço demandado, faça contra-ofertas plausíveis e tenho certeza que você irá conseguir fazer um ótimo negócio no ano que vem! Bom natal para você e sua família, caro amigo, abs

  7. Césare says:

    Trading
    Tô com uma dúvida cruel: devo usar o fgts(cerca de 50% do imóvel) para comprar um imóvel de baixo custo para lucrar com o aluguel pois o FGTS não rende nada ou não investir em imóvel devido a bolha imobiliária e esperar o “armagedão” ; ).
    Me ajuda que eu te ajudo.
    Parabéns pelo site.

    • tradingcafe says:

      Oi Césare, sim, use o FGTS para este fim porque é inteligente e a rentabilidade do FGTS é uma piada. Aproveite para usar o teu fundo porque tem gente querendo que o dinheiro do FGTS financie obras para a copa e a olimpíada… Melhor você usar e desta forma, terá ainda um aumento no seu patrimônio e uma renda extra para comprar este imóvel com o valor do aluguel. bem pensado! abs

      • Paulo says:

        Ricardo, dica rapida.
        Aproveitando a duvida do Césare. Casal com renda mensa em R$ 5K.
        R$ 50K na poupança e mais R$ 30K de FGTS.
        Arrisca a compra de um imovel de R$ 170K , financiando R$ 90K ou entra no aluguel por uns 02 anos para pegar o ploc e fazer um up com tesouro direto ou CDB?
        Estou entre a Cruz e a Espada.

        PS: Estou divulgando o Trading aos 4 cantos.. parabéns!

      • tradingcafe says:

        Oi Paulo, a prestação que vcs irão pagar fica confortável dentro da renda? A prestação será maior ou menor que o aluguel? O imóvel alugado será da mesma qualidade que a casa que vcs almejam comprar? O imóvel que vcs irão comprar está com o preço justo, conseguem desconto? falamos mais depois. Abs

  8. AMDKC says:

    Parabéns pelo trabalho. Com relação a Bolha e ao Brasil acho que vivemos um momento estranho, do tipo o silêncio que precedo o esporro. É fato que o mercado imobiliário está distorcido porém ainda acho que há muito Lenha para se colocar na fogueira vide ontem o anúncio do Governo de utilizar o MCMV em ano de eleições, com expansão recorde do crédito imobiliário. Acho que a bolha dos imóveis é só mais uma das distorções, porém acredito que a distorção está em tudo, dos imóveis, ao preço da comida, e considero que a economia brasileira assim como a americana e a européia não cresceu com fundamentos básicos, como estímulo reais a iniciativa privada com redução de carga tributária, taxa básica de juros e uma reforma trabalhista e previdência, pelo contrário houve uma expansão recorde do tamanho e do gasto do Estado através da expansão da dívida interna, hoje já trilhonária e ainda a expansão do créditp de forma irresponsável. Infelizmente acho que a bolha demorará a murchar e que a conta será como sempre socializada, e não acredito também que haverá uma queda geral de preços como ocorrido nos EUA, acho que tal cenário só se confirmará caso a China de fato pare de demandar commodities, devido ao agravamento da Crise do Euro, mas acho que o cenário não será tão agravado nos próximos meses.

    • rcesar says:

      AMDKC,

      Mesmo que não houvesse uma crise internacional a bolha iria estourar, por uma simples razão: bolhas estouram. E estouram porque é insustentável. As pessoas estão alavancadas nos investimentos e a única solução para esses “investidores” é a subida contínua de preços, que todos nós sabemos ser impossível. Mesmo a estabilização dos preços seria motivo para causar pânico e todos quererem vender, o que faria a bolha estourar.

      Você tá certo, o governo vai socializar o preju e vai retardar ao máximo o estouro, mas na hora que acabar a munição do governo e bolha estoura.

      Com relação ao timing da crise do euro, eu não sei não, as notícias vindas de lá tão cada vez mais preocupantes. A última agora foi a da agência reguladora dos bancos australianos mandou os bancos fazerem um stress test baseado no colapso do euro. Foi dado aos bancos uma semana pra realizar o teste. Quer dizer que o euro vai falir em uma semana? Não necessariamente, pode até nunca falir, mas é estranho essa pressa toda, não?

      Abcs,
      Roberto.

    • mauricio says:

      a politica economia do nosso querido governo é semelhante a organização de um banquete:

      todo mundo se serve e come até não poder mais, quando então o governo manda trazer mais pratos e mais comida para tentar socar garganta abaixo daqueles que já comeram.

      obviamente, todos já passaram do ponto e estão naquele momento em que voce levemente se reclina para trás, cabeça para cima, e começa a gemer esperando o estômago fazer a digestão, ou pelo menos, a comida não voltar.

      com o crédito está exatamente assim: quem tinha fome já se serviu em 2008 até 2011, não é dando mais crédito ou passando mais espetos nas mesas que o banquete vai continuar, simplesmente porque a capacidade de absorção já está esgotada, vide os pátios das montadoras, taxa de inadimplência, e movimento nas lojas

  9. veigalexalex says:

    Ricardo..

    Acabei de ver este vídeo.
    Se tiver um tempo, assista, se não assistiu .. claro.
    É sobre a hiper inflação.

    Link em ingles e alta definição

    Link legendado.

    Achei fantastico!

  10. Parabéns pelo site e pelos comentários desapaixonados sobre bolha imobiliária.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s