Muito silêncio no setor imobiliário… Cadê todo mundo?

Não se tem ouvido falar muito no setor imobiliário estes dias, pode ser que eu estava de férias e fiquei fora… Mas, andei procurando notícias e não encontrei nada. Vocês tem alguma novidade? Para mim parece que o setor deu uma esfriada, os preços pararam de subir e já viraram de mão, começando a cair…

This entry was posted in Mundo estranho and tagged , , . Bookmark the permalink.

11 Responses to Muito silêncio no setor imobiliário… Cadê todo mundo?

  1. Andre Luiz says:

    Parei de procurar imóveis em agosto de 2010, cansado das altas constantes e sem fundamento.

    Nesse início de 2012 voltei a ver alguns e noto que os valores praticados estão de fato diminuindo, mas ainda estão muito altos se comparados aos de 2008.

    O interessante notar é que mesmo sem você pedir, os próprios corretores já dão descontos de 5 a 10 porcento sobre o valor anunciado. Também vejo alguns imóveis com o preço abaixo da média e que mesmo assim não são vendidos. A conclusão que eu chego é que as vendas estão travadas e os próprios agentes do mercado irão forçar os preços para baixo, pois eles também têm de comer.

    A menos que eu ache uma oferta muito boa, vou continuar esperando os preços caírem para adquirir a casa própria.

    Abraços.

    • tradingcafe says:

      Grande André! Concordo, ainda estão altos demais. mas, estamos indo na direção do que você definiu com maestria: eles também têm de comer e aí… os preços começarão a cair com mais força. grande abraço amigo

  2. Daniel Souza says:

    Ricardo,

    Morando em Sorocaba percebi que os preços ainda estão os mesmos, porém a procura está muito abaixo do que se via alguns meses atrás. Ainda não tenho percebido descontos, mas novos prédios residenciais estão sofrendo para vender antes do lançamento.
    Como muitas empresas estão concentrando suas atividades na cidade, acho que a procura não deve baixar e, consequentemente, os preços devem demorar a cair SE cair.

    Abcs

    • tradingcafe says:

      Oi Daniel, grande Sorocaba!! Última vez que estive aí foi em 1984 disputando o Cruzeirão!!! imagina? Os preços em Sorocaba dispararam e tem muita gente de São Paulo que está mudando para Sorocaba, qualidade de vida, grandes empresas que se mudaram para a região, enfim, grandes ofertas de substituição de grandes centros conturbados como a nossa capital por uma vida com mais qualidade. Desta forma, é possível que você esteja lendo com perfeição o cenário que os preços devem demorar mais para cair aí. Todavia, se tivermos uma derrocada em ritmo de estouro de bolha, a velocidade de queda será similar em todos os lugares… abs, muito obrigado

  3. Fernando Linhares Pereira says:

    Nos imóveis comerciais a crise ainda não está evidente, mas parece que somente o MCMV dá ainda alguma perspectiva positiva aos residenciais. Imóveis acima do teto do programa estão literalmente encalhados, com uma oferta incrível. Aqui em BH estamos na “temporada de descontos”, pois o desespero está grande… bairros como o Vila da Serra, para classes A/B, estão com prédios enormes e prontos, com menos de 30% de ocupação. E a grande maioria ainda está na fase de acabamento!

    Com o travamento do setor, o preço do cimento começou a baixar e o governo já agiu, lançando um programa para financiar quem tem FGTS a reformar sua casa. Você dá seu próprio dinheiro em garantia e assim paga juros módicos… vamos ver o que mais o governo vai inventar na sequencia para empurrar a recessão mais um pouco, porque as demissões das grandes construtoras já começaram, e quando a tendência generalizar acaba o “pleno emprego”, e começa a espiral negativa…

    • tradingcafe says:

      Oi Fernando, muito obrigado! Excelente, eu acredito que estamos diante da virada, agora neste início de ano. Mas, os preços ainda estão altíssimos e poderemos fazer bons negócios quando os preços caírem mais de 50%. Eu acompanho alguns imóveis próximos a minha casa em São Paulo que já estão a venda há mais de 2 anos e o preço demandado mais que dobrou, casas relativamente simples, com 3 dorms e nenhum quintal eram vendidas por 300 – 350 mil em 2009, hoje são ofertadas por R$ 1 milhão… mas não sai negócio… Acho que vai virar! abs e muito obrigado

  4. Thiago says:

    Estou acompanhando as novidades por esse site: http://www.bolhaimobiliaria.com
    O site é atualizado semanalmente e faz um apanhado geral do que esta sendo divulgado no mercado.
    As últimas foram:
    – “Construção de 6.900 casas do “Minha Casa, Minha Vida” está parada em Salvador – Uol”
    – “Preços de imóveis têm forte desaceleração – Portal Exame”
    – “Preço do metro quadrado pode chegar a R$ 25 mil em Brasília. Será mesmo? – O pequeno investidor”
    – “A tenda dos horrores da Gafisa – Exame.com”
    – “Curitiba tem 9,4 mil imóveis encalhados há mais de um ano – O Estado do Paraná”

    E por aí vai….

    Minha impressão é de que os preços estão tendo uma leve queda sim.
    Abraços.

    • tradingcafe says:

      Oi Thiago, muito bom, valeu!! Eu também visito o site deles e gosto muito, bem sério e legal. Eu andei pesquisando hoje e concordo com você, os preços estão caindo de leve mas o que mais chama a atenção é o tempo que está levando para vender… pode indicar bons descontos numa eventual negociação. Muito obrigado pela contribuição. abs

  5. tom says:

    No Brazilian Bubble tem uma materia interessante:

    Chart: Here is why Brazil’s real estate bubble might not pop that soon

    A minha especulação é que os preços dos imóveis vão demorar a cair significativamente, isso se cair…

  6. Felipe says:

    Seu raciocínio vai ao encontro do que constatou o Sr. Fernando Castilho, colunista do Jornal do Commercio (Pernambuco), no último dia 13.01. Não encontrei a versão digital da sua coluna, mas faço a sua transcrição abaixo:

    De volta as vendas de 2008
    Ainda falta fechar o mes de dezembro e publicar todo o ultimo trimestre do ano, mas o mercado imobiliario pernambucano ja sabe que fechou 2011 com as mesmas vendas de 2008: um
    numero proximo de 4.500 unidades ou 46% menos que em 2010. Desde o final do primeiro semestre do ano passado que a Ademi-PE e a Fiepe vern tendo problemas operacionais para
    fechar o IVY, um fndice que nos ultimos anos vinha sendo divulgado regularmente e com apenas um mes de defasagem. Mas pelos dados dos primeiros tres trimestres jan-set) ja se sabe
    que todo o segundo semestre foi de queda e o principal motivo parece ser a incapacidade do cliente de ter acesso ao imóvel pelo preço. A oferta de credito, ampliada com a maior presença dos bancos privados e do BB no setor imobiliario, nao impactou, pois 60% das vendas locais ainda sao feitas com recursos próprios. E embora a media anual esteja em 398 unidades/mes, a do terceiro trimestre caiu para 314 imóveis vendidos, indicando que as vendas de 2011 (urn ano que o setor acreditava ser igual a 2010, com vendas de 8.458) nao aconteceram. Ou seja: devem ficar iguais as de 2008, quando o setor vendeu 4.507 unidades. O que nos remete a velha pergunta: sera que o preço não subiu demais?

    Os indícios da bolha estão se evidenciando. Parei de procurar apartamento há um bom tempo, desanimado com a forma como os preços subiam. Não sou credenciado para dar pitacos em economia, por isso mesmo pergunto: quanto tempo o mercado levará para se ajustar à realidade?

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s