Mercados abrem em baixa… desemprego nos EUA decepciona… alguma surpresa?

As bolsa de valores do mundo todo (as que estão abertas hoje…) estão caindo. Em resposta à supresa com o péssimo número de criação de novas vagas de trabalho na economia americana. Por aqui. em Terra Brasilis também em reposta ao magnífico plano de deseoneração das empresas do Mantega. Enfim, alguém está supreso? Tem que ser muito inocente para acreditar que a situação nos EUA irá mudar da água para o vinho (ou cerveja para quem preferir…) da noite para o dia. Olhem os números, a impressão de moeda, as contas governamentais, a balança comercial, o resultado das empresas, a dívida do país e da população, cartões de crédito, repossessões de imóiveis e de carros. Olhem sobretudo o detalhe e poder da subsitituição de produtos que é quase inexistente por lá. Eles se desindustrializaram, exportaram a produção e os empregos para a Ásia há duas décadas, importam muito mais do que exportam e vivem do crédito (parece que ouvi um gatinho… aqui no Brasil) e os bancos estão em maus lençóis há algum tempo. Enfim, a situação é grave por lá. E por aqui, juros altos e impostos altos e bolhas de preços em toda parte. Bolsa cai, como falei na semana passada. Pacotes (mas não de plástico… é feio) do governo que insiste em rodar ao redor do arbusto e toma medidas bobas, ineficientes e assustadoramente ineficazes. O Brasil é uma fonte de riqueza inesgotável, com tanto erro e escândalos de corrupção e ainda assim somos a sexta economia mundial. Imaginem se nosso presidente fosse chinês? ou a nossa querida Maggie Thatcher? Seriamos a primeira economia mundial ++…

This entry was posted in Mundo estranho and tagged , , , . Bookmark the permalink.

2 Responses to Mercados abrem em baixa… desemprego nos EUA decepciona… alguma surpresa?

  1. Anonymous says:

    Veja como o SECOVI esconde a queda de preço dos imóveis, falando somente em expansão disso e daquilo. O título é “Vendas de imóveis novos em SP sobem 12,8% em fevereiro, diz Secovi”, publicado nos principáis jornais em 09/04/2012. A parte importante do texto é a seguinte:

    No primeiro bimestre, as vendas acumularam expansão de 17,7% sobre o mesmo período de 2011, totalizando 3.177 imóveis. Em Valor Geral de Vendas (VGV), os dois primeiros meses movimentaram R$ 1,4 bilhão, volume 13,1% superior ante igual intervalo do ano passado.

    Um pouco de álgebra elementar e a conculsão é que preço médio dos imóveis está cainda a uma taxa de 22% ao ano, praticamente o oposto do que vinha sendo alardeado como “imóvel valoriza 30% ao ano”.

    q2 = 1.177 * q1 (expansão de 17,7% na vendas)
    p2 * q2 = 1.131 * p1 * q1 (expansão de 13.1% em valor)
    p2 / p1 = 1.131 * q1 / q2 = 1.131 / 1.177 = 0.96 (QUEDA de 4% no preço médio)

    Se continuar CAINDO 4% a cada 2 meses, resultará em QUEDA de 22% no ano.

  2. jrmessa says:

    Fácil de entender…. Para bom entendedor meia palavra b..

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s