Ata de reunião do FED… Só o começo.

Na ata da última reunião do FOMC, Federal Open Market Committee, de janeiro, liberada ontem denota que muitos dos participantes começam a questionar a política monetária implementada pela autoridade monetária americana nos últimos anos. As medidas não surtiram o efeito desejado, tendo sido apenas um paliativo para o problema, que em si, se torna um problema maior.

O Quantitative Easing (QE) que injeta dinheiro no mercado através de aquisições de títulos das carteiras das instituições e imprime dinheiro sem lastro não fez com que a economia crescesse, nem gerou empregos, mas, sim, aumentou a dívida federal do país para níveis alarmantes. Em conjunto com esta política monetária expansionista, a estratégia de juros baixos demais por longos períodos gera um efeito psicológico negativo na economia, dando sinais claros de que algo está errado. Desta forma, os oficiais representantes dos FED’s regionais começam a questionar a eficácia da estratégia.

Assim, menos dinheiro no mercado e possível aumento dos juros… Bolsas caem no mundo todo e o dólar renova sua força, subindo contra todas as moedas. Se eles mudarem de fato a estratégia será um caos inicialmente, mas será salutar para a economia americana e mundial. Porém, o problema a ser resolvido se os juros começarem a subir por lá é justamente o estoque de dívida que passará a ter um custo de manutenção mais alto e causará transtornos para o país. Todavia, a mudança já deveria ter ocorrido há muito tempo.

Juros baixos por longos períodos não são resultantes em crescimento econômico. Ao contrário, causam desânimo para os agentes e para a população. A política monetária deve utilizar o recurso de abaixar ou aumentar muito os juros em períodos curtos, para serem eficazes como remédio. Um remédio usado por muito tempo perde sua eficácia. Desta forma, o início de um processo de ajuste deu seu primeiro passo e os mercados reagem com força e deverá ainda cair muito mais, com o dólar se fortalecendo no primeiro instante.

This entry was posted in Mundo estranho and tagged , , , , , , . Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s