Uma empresa estatal ou para uso do Estado?

Precisa mencionar que está tudo errado? Tenho certeza que não é necessário. Uma empresa estatal significa que o controle da empresa pertence ao Estado, não significa dizer que isto permite ao sócio majoritário (que no fim é o povo, pois o governante é o nosso síndico), através dos gestores empossados e revestidos do poder a eles conferido para gerir a coisa pública em prol da sociedade, fazer o uso dos interesses de uma empresa para regular preços de mercado, como um um instrumento extra de política monetária, um banco de fomento ou outra coisa qualquer que não seja o próprio interesse da empresa em exercer sua atividade de forma lucrativa.
Bem entendido, não é correto explorar, mas é totalmente incorreto destruir uma empresa que é do povo por fim estranho ao seu negócio.
As intervenções que são feitas são erradas e denotam abuso, erros tão escabrosos de gestão do negócio que não há como ser um engano. Assim, fica evidente que as decisões aplicadas à vida da Petrobrás nos últimos tempos não tem nada, em absoluto, a ver com a vida, a saúde ou o futuro da empresa.
Vale salientar a forma correta de se escrever o nome da empresa: P E T R O B R Á S.
Com todas as vogais nos lugares certos.

This entry was posted in Mundo estranho. Bookmark the permalink.